Maior e mais importante grupo da cidade, Boi Flor de Matinha tem história contada em documentário

Foto: Divulgação.

MATINHA – O Boi Flor de Matinha é o protagonista do terceiro episódio de uma série de documentários especiais intitulados o O Povo Brasileiro em Festa, produção que visitou 13 festas populares pelo Brasil no ano de 2016. Os documentários estão sendo divulgadas pelo canal da organização no You Tube.

CURTA NOSSAS REDES SOCIAIS

“Matinha, interior do Maranhão, pequena em tamanho e gigante para as festas de boi da região”, diz o curta de pouco mais de 26 minutos, que conta a história do Boi Flor de Matinha, o maior e mais antigo grupo de Bumba Meu Boi da cidade, com uma história que remete os anos de 1936.

A turma da sede, como é popularmente conhecida, surgiu a partir da junção de pessoas que brincavam nos interiores e foi denominado Turma da rapaziada, por ser composta majoritariamente por jovens.

O curta traz também nomes carimbados das mais variadas formas das manifestações culturais maranhenses presentes na cidade, como o tocador de tambor Manuel Sueiro e João de Pichilau que, além de contador é também professor.

João de Pichilau e Manuel Sueiro: Montagem/Portal Matraca.

O curta teve direção de Betão Aguiar, roteiro de Daniel Dias e produção de Juliana Soares. Em matinha, a equipe de produção contou com a assistência de Maria José dos Santos Freitas e Denivaldo Moraes.

O Boi Flor de Matinha conta com a direção Laura de Jesus Nunes Soares e Luis Carlos da Cruz Soares. A produção contou, ainda, com o apoio do Hotel do Bolinho e do Estúdio Difusora Filmes.


Curta a página do Portal Matraca no Facebook, siga-nos também no Instagram Twitter, e acompanhe-nos também no LinkedIn. Informações e sugestões de reportagens, envie para o nosso WhatsApp(98) 98512-7130.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here